6 mudanças nas relações familiares por conta da pandemia!

relações familiares
6 minutos para ler

O novo coronavírus começou a se espalhar pelo mundo no início de 2020. Causador da Covid-19, uma síndrome respiratória aguda, logo o vírus se tornou o motivo para a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar o estado de pandemia global.

Como ele tem fácil contaminação e pode ser transmitido num simples contato, a principal recomendação para a prevenção é o isolamento domiciliar. Se tudo na vida tem o seu lado bom, com essa situação não é diferente e as relações familiares têm sido positivamente impactadas.

Com todos em casa, a dinâmica mudou bastante e esse é um momento para aproveitar um novo jeito de estar em família. Dessa forma, encarar o período pode até ficar menos falar complicado.

Na sequência, vamos mostrar 6 contribuições do isolamento social para as relações familiares. Acompanhe e confira.

1. O trabalho remoto impulsiona o contato com a família

Sim, é verdade que nem todo mundo pode trabalhar de casa. Tem gente que atua nos serviços essenciais e algumas profissões que não podem ser executadas a distância. Por outro lado, várias pessoas começaram a adotar o sistema de home office ou trabalho remoto.

Nessa modalidade, a casa se torna o escritório e, embora possa ser desafiador, é algo recompensador pelo contato com a família. As pessoas estão mais envolvidas com o relacionamento e com as atividades dos filhos, por exemplo. Entre uma tarefa e outra é possível dar atenção para os pequenos ou para o parceiro.

Também não é preciso encarar o trânsito ou perder tempo com o que não é importante. Isso garante uma disponibilidade maior para que você tenha contato com a família, ao longo da semana.

Mesmo os desafios podem ensinar. A necessidade de não ser interrompido pode ser combinada com todos e, com o aprendizado, você notará que os resultados serão cada vez melhores.

2. As atividades em conjunto se tornam rotina

As relações familiares têm sido impulsionadas pela participação de todos durante a rotina. Os casais têm procurado novas formas de dividir tarefas, para que ambos participem do “funcionamento”.

No caso dos filhos, a escola à distância é uma nova realidade, ainda que temporária. Isso garante que você possa se envolver com os problemas de matemática e com os experimentos da ciência. Consegue se identificar?

Como todo mundo está em casa e divide o mesmo espaço, é natural que as atividades sejam feitas a várias mãos, de um jeito novo. Para as crianças, inclusive, há a chance de criar memórias que são incríveis e que vão durar a vida toda. Aquela brincadeira na sala ou a receita especial feita na cozinha podem ser pontos verdadeiramente marcantes.

3. O compartilhamento de rotina é uma mudança importante

Por falar nisso, não podemos nos esquecer de que o dia a dia passa a acontecer de forma muito mais integrada. Afinal, não temos aqueles horários malucos e desencontrados, em que cada um tem uma atividade diferente.

Sim, ainda há o trabalho, as tarefas de casa, as obrigações da escola e assim por diante. No entanto, não precisa ser complicado coordenar as atividades para ter mais tempo livre para passar em família, por exemplo.

Ficar juntinho nesse momento é uma ótima oportunidade até para fazer novas atividades, desde as obrigações até as brincadeiras. Que tal aproveitar esse período para descobrir novos interesses e compartilhá-los com quem você mais ama?

4. O diálogo ganha força nessa situação

Encarar uma pandemia não é nada fácil, né? Com as mudanças, pode surgir o estresse e as relações familiares podem ser afetadas, aqui e ali. Só que a parte boa de estar junto é que conversar também é mais fácil.

Tanto contato e compartilhamento faz com que estejamos abertos ao diálogo. Ficou menos complicado pedir desculpas, falar sobre os sentimentos ou mesmo trocar ideias sobre esse e outros assuntos. Em alguns casos, pode ser o momento de resolver problemas e dificuldades de comunicação.

Além disso, é uma ótima oportunidade para todos encontrarem gostos, interesses e temas em comum. Com os pequenos, o diálogo também é importante e transmite confiança ao abrir um canal de comunicação. Pode ter certeza que esse é um hábito que será muito útil mesmo depois do isolamento.

5. A aproximação tem sido cada vez mais forte

Você já teve aquele sentimento de não conhecer totalmente os gostos do seu filho? Ou de sentir que tem perdido algumas coisas em casa e sobre o desenvolvimento da família? Isso é normal, principalmente quando a rotina dos dias úteis é corrida.

O isolamento residencial veio para mudar isso, afinal, estamos 24 horas, 7 dias por semana por perto de quem amamos. Para a maioria de nós, nunca estivemos tão próximos quanto agora.

Embora muita gente diga que isso causa conflitos, é uma forma de desenvolver a convivência humana e aprender a reconhecer os limites das outras pessoas. Então, existe uma boa chance de a família sair dessa fase ainda mais próxima.

6. A família tem a oportunidade de ficar muito unida

A verdade é que essa situação pode causar impactos nas relações familiares que vão muito além do período da doença. Mesmo quando a vida “voltar ao normal” e a rotina tiver algumas características que já conhecemos, a família pode estar mais unida.

Afinal, esse é um momento desafiador e que é novo para todos. Ter a chance de aprender a passar por isso com a ajuda de quem amamos faz com que os bons sentimentos se tornem especialmente fortes.

Essa é a oportunidade de descobrir coisas novas sobre o cônjuge e sobre os filhos e de se mostrar de um jeito diferente e próximo. Com os laços fortalecidos, a família se tornará ainda mais unida.

A pandemia do novo coronavírus trouxe a necessidade de isolamento e novos desafios, mas também tem ajudado as relações familiares. Mesmo em um período adverso como esse, é possível explorar o lado bom e valorizar intensamente o relacionamento com a família!

Se quiser acompanhar todas as nossas novidades e ficar por dentro de outras dicas, curta nossa página no Facebook e não perca nada!

Você também pode gostar

Deixe um comentário