Descubra agora os benefícios do contato com animais do campo

contato com animais
6 minutos para ler

As crianças em geral têm a sensibilidade mais apurada do que os adultos. Por isso, sentem grande afeição pelos animais: gatos, coelhos, cachorros, aves e até alguns tipos de insetos.

Como estão em fase de apreensão da realidade, de conhecimento do mundo, tudo que é diferente chama sua atenção. Comumente, as crianças ficam mais inclinadas a se aproximar de animais e plantas, a fim de conhecê-los melhor. Mesmo quando, em primeiro momento, venham a indicar algum receio.

É importante manter essa relação e fazer com que se desenvolva. Inclusive, o modo como elas interagem com os animais pode dizer muito sobre sua personalidade. Os pais devem incentivar a integração dos filhos com a natureza e, de modo especial, com os animais.

Quer saber por quê? A seguir, listamos alguns benefícios do contato com animais do campo.

O contato com a natureza promove o aumento da imunidade

Um dos benefícios mais destacado é que, em contato com a natureza, o sistema imunológico dos pequenos tende a se fortalecer. É bom brincar com a grama, entrar em contato direto com a terra, pois os anticorpos são ativados contribuindo para maior resistência do organismo.

Claro que as brincadeiras na natureza devem ter fiscalização adulta para evitar acidentes, inclusive quedas e machucados e a ingestão de algum material impróprio. Todos sabem que criança costuma levar tudo que encontra à boca, não é mesmo?

Em relação aos pelos de alguns animais, eles podem contribuir para estimular no corpo da criança uma resposta à imunidade, protegendo-a contra agentes que causam alergia. Crianças que convivem com cachorros apresentam um percentual considerável de redução em relação a infecções auditivas (50%) e a doenças como rinite ou tosse (35%). 

A criança aprende a importância de preservar a natureza

Em contato com animais do campo e com a natureza, a criança aprende, por meio de diferentes situações, sobre a importância do meio ambiente e da própria vida. Ela toma consciência de como se desenvolvem a fauna e a flora e o quanto são fundamentais para manter o ciclo da vida.

Aprende também aos poucos que as ações humanas podem interferir no meio natural, gerando impactos positivos ou negativos. Toda essa conscientização pode partir de simples ações e observações da criança.

Por exemplo: ela observa uma árvore em crescimento, vê um besouro voando por entre as folhas, um passarinho se alimentando e dando comida aos seus filhotes e outras coisas. Dessa forma, cria-se uma conexão saudável da criança com o meio ambiente e ela começa a se sentir como parte dele.

Isso contribui para que o menino ou a menina venha a se tornar um adulto consciente da importância de respeitar o meio ambiente, pois saberá que estamos integrados à natureza.

O contato com animais desperta seu senso de responsabilidade

As crianças que criam animais ou mantêm um contato mais próximo com eles desenvolvem maior senso de responsabilidade. Em geral, sentem mais ânimo para fazer as tarefas de casa e ajudar nos trabalhos domésticos, como enxugar pratos, varrer a casa, ajeitar a cama e guardar seus brinquedos.

Essa atitude positiva decorre de seu compromisso com a vida do outro, que depende dela. A criança percebe que se for irresponsável, o animal sofrerá as consequências e poderá até morrer.

Em relação ao bichinho de estimação, a criança assume responsabilidades como: dar banho, colocar a coleira, dar água e comida, ensinar a manter os espaços limpos e a seguir regras entre outras coisas. Claro que essas responsabilidades dependerão da idade da criança! Ainda que não possa assumir todas elas, a troca de afeto com o animal será enriquecedora.

Os pequenos ficam com os sentidos mais apurados

O contato com animais e com a natureza também é benéfico, pois contribui para a apuração da visão, do olfato, do tato, do paladar e da audição. Os cinco sentidos geralmente se beneficiam bastante com as diversões praticadas ao ar livre.

A criança pode treinar e desenvolver muitas habilidades corporais. Pegando um pouco de terra com a mão ou acariciando o pelo de um coelho, ela usufrui novas e agradáveis sensações táteis. Se ela sente o perfume das folhas das árvores ou de uma flor específica, desenvolverá mais seu olfato.

Ouvir o canto de pássaros nas árvores ou o murmúrio de água corrente promove o desenvolvimento de sua audição. As “vozes” dos animais incitam os ouvidos a distinguirem sons variados, que servem para identificar cada tipo de animal.

Quanto à visão, vale dizer que a percepção se enriquece muito quando a criança brinca ou simplesmente observa os animais do campo. Eles são muito diferentes uns dos outros, cada espécie com suas próprias características. A criança se sentirá motivada a fazer comparações entre os diversos animais que vê e entre eles e as pessoas, incluindo ela própria.

Quanto ao paladar, ela pode desenvolver experimentando frutas diferentes ou sucos naturais feitos daqueles pomos, colhidos diretamente das árvores.

A criança desenvolve mais confiança e segurança

Outro fator positivo é que a criança tem mais autonomia ao interagir com a natureza. Ela tem mais liberdade do que teria em um grande centro urbano, onde o trânsito e a criminalidade eventual restringem bastante a liberdade delas (e dos adultos também).

Os animais podem até proteger as crianças quando estabelecem laços de afeto com elas. Isso contribui mais ainda para que se sintam confiantes e seguras. É normal que, brincando com os bichinhos, os pequenos desenvolvam autoconfiança e, como resultado, autoestima.

Por exemplo, uma criança pode montar um pônei e, além de sentir o prazer de andar sobre um animalzinho bonito e exótico, ainda desenvolver sua atenção e controle corporal. Difícil encontrar uma criança que não seja apaixonada por “cavalinhos”.

Você viu até aqui uma boa lista de benefícios que o contato com animais proporciona aos seus filhos pequenos. É saudável e recomendado! Para estimular esse contato, os pais podem também comprar algum bichinho de estimação, que tal?

Mas podem ir além: que tal levar as crianças ao campo para ficarem todos bem perto da natureza? Outra boa sugestão são as reservas ecológicas, onde os pequenos certamente passarão por uma experiência inesquecível, em contato com animais de todo o tipo. Aproveite os feriados, os fins de semana e as férias para essas viagens em família!

Gostou deste post? Contribua para que seus filhos sejam mais felizes! Agora que já viu as vantagens da interação das crianças com os animais, confira os benefícios que as pessoas usufruem quando entram em contato com a natureza.

Você também pode gostar

Deixe um comentário